Biometria Ultrassônica em Goiás

Por: | Tags: | Comentários: 0 | agosto 12th, 2020

Biometria Ultrassônica em Goiás

O que é?

Basicamente, o exame de biometria ocular tem por função medir o globo ocular e as estruturas oculares internas de uma pessoa.

Ele pode ser realizado pelo especialista tanto para necessidades mais simples, como para avaliação da medida das estruturas oculares, quanto também para casos mais específicos, como o cálculo de lente intraocular (LIO), que é implantada durante a cirurgia de remoção da catarata.

Para a realização do exame não há nenhum preparo prévio específico, com exceção daqueles que usam lente de contato, que precisam suspender o uso das mesmas três dias antes.

Qual a indicação?

O exame é indicado, principalmente, para pacientes que serão submetidos à cirurgia de catarata ou cirurgia refrativa de alto grau de miopia ou hipermetropia.

Mais comumente, é indicada no pré-operatório de cirurgia de catarata, a fim de calcular a lente que será implantada no momento da cirurgia.

Outras indicações comuns são: acompanhamento de glaucoma congênito, diagnóstico de anisometropia axial, dentre outras.

Na biometria ultrassônica o exame pode ser realizado de três maneiras, mas,

a mais comum, é aquela em que há o contato da sonda do ultrassom sobre as pálpebras dos olhos.

Ou seja, o paciente permanece todo o tempo com os olhos fechados;

Já na biometria óptica o procedimento é realizado por meio de um aparelho que posiciona uma luz em forma de laser que, ao entrar em contato com o olho, realiza a medição.

Esse tipo de exame torna-se vantajoso para muitos, pois, além de não ser invasivo e também não causar possíveis irritações, conta com uma precisão alto na hora de apresentar as medidas.

Biometria Ultrassônica em Goiás

Como o exame é realizado?

A biometria ultrassônica pode ser realizada de três formas:

· Transpalpebral, com as pálpebras fechadas, a sonda entra em contato apenas com a pele. Esse método não online casino fornece uma medida bastante precisa.

· Contato direto, o oftalmologista instila colírio anestésico e com os olhos do paciente abertos, toca delicadamente a córnea com uma sonda de ultrassom.

· Imersão, o oftalmologista instila colírio anestésico e mantém uma cuba especial com líquido sobre o olho aberto, enquanto a sonda entra em contato com o líquido.

O método será escolhido pelo oftalmologista que irá realizá-lo, após analisar o caso do paciente.

Venha fazer uma visita!

Você deve serLogado para publicar um comentário.