Exames

O que é tonometria?

Tonometria é a medição da pressão interna do globo ocular. As variações da pressão intraocular são devidas ao humor aquoso, um líquido que fica contido entre a íris e a córnea, constituído por 98% de água e 2% de sais, o qual é continuamente produzido e eliminado pelo organismo. É a quantidade desse líquido que dá a pressão intraocular. Se houver um desequilíbrio no mecanismo de produção/eliminação dele a pressão intraocular varia, geralmente aumentando.

Quem deve medir a pressão intraocular?

A tonometria deve ser feita de rotina em toda consulta oftalmológica, especialmente em:
  • Pacientes idosos.
  • Pessoas com tendência hereditária à pressão intraocular elevada.

E a qualquer momento em:
  • Pacientes com suspeita de glaucoma e outras enfermidades como tumores de íris, por exemplo, nas quais a pressão intraocular costuma ser elevada.
  • Períodos pré e pós-operatórios de cirurgias oculares como catarata, glaucoma, transplante de córnea, descolamento de retina, vitrectomia (cirurgia do humor vítreo), etc.
  • Distúrbios da pressão ocular pós-traumática.
Outra indicação obrigatória é o caso de sangramentos intraoculares.
Qual a função deste exame?

O Campo Visual Humphrey tem a função de avaliar a perimetria visual do olho. Exame realizado em ambiente escuro e calmo para facilitar a concentração do paciente. O aparelho de campimetria é composto de uma cúpula e um controle para marcar quando perceber os pontos luminosos na cúpula. Qual a indicação?
Este exame é indicado principalmente para pacientes com suspeita ou portador de glaucoma, doenças maculares e retinianas, doenças genéticas,suspeita de massas em sistema nervoso central,avaliar lesão visual por um acidente vascular central . Informações:
O exame de campo visual é indolor, não invasivo e de não contato. A duração do exame é de 3 a 6 minutos por olho. O paciente pode ir de lente de contato. Importante o paciente ir descansado para melhor resultado do exame.
Paquimetria de córnea é um método que utiliza um feixe focalizado de ultrassom para medir a espessura da córnea (paquimetria). Pode ser realizado na área central (mais utilizado), paracentral e na periferia da córnea, fornecendo medidas em micra. Em caso de afinamento corneano localizado, pode-se medir em um ponto isolado. A média aritmética de cada região estudada poderá ser apresentada.

Indicado para acompanhar a evolução de doenças que influenciam na espessura da córnea. Desta forma, é utilizado para avaliar alterações que levam à redução da mesma (doenças ectásicas, como ceratocone, degeneração marginal pelúcida, úlcera periférica de Mooren’s), traumatismos e úlceras de córnea (infecciosas ou não infecciosas, como na artrite reumatóide do adulto, e outras doenças reumáticas, olho seco). Além disso, pode ser útil na avaliação de córneas com doenças que levam ao aumento de sua espessura (edema após traumatismo, distrofias endoteliais e estromais, ceratites herpéticas ou autoimunes e alguns tipos de degenerações).
O que é gonioscopia?

Gonioscopia é um exame usado pelos oftalmologistas para ajudar no diagnóstico e no acompanhamento de algumas enfermidades oculares, principalmente o glaucoma. Esse exame ajuda a avaliar o ângulo da câmara anterior dos olhos, a íris e a superfície do cristalino usando lentes de aumento, colocadas em contato com a córnea. Este exame também determinará se o glaucoma já está instalado e qual é o seu tipo, orientando o diagnóstico e o tratamento específicos para cada um.

A gonioscopia não analisa somente o glaucoma, apesar de esta ser sua função mais comum. Ela também é utilizada para verificar outras anormalidades oculares, como tumores, cistos, aderências da íris ou algum possível trauma nos olhos. Como se realiza o exame de gonioscopia?

Para realização do exame o paciente deve remover eventuais lentes de contato que esteja utilizando. Serão usados dois colírios, um deles anestésico e outro gelatinoso, que embaça a visão. Nenhum colírio para dilatação pupilar deve ser usado antes ou durante a gonioscopia. O exame deve ser realizado em condição de luminosidade adequada, determinada pelo oftalmologista. Em seguida, o paciente será posicionado em frente ao gonioscópio, um aparelho constituído por uma lente em forma de um cone truncado, que contém um espelho inclinado, e que é combinado com uma lâmpada de fenda, permitindo o estudo do ângulo formado entre a íris e a córnea. Usando uma substância gelatinosa o médico coloca esse aparato em contato com a córnea do paciente, que precisa manter o seu olhar fixo, e examina o interior da câmara anterior do olho, verificando o ângulo anterior, onde a íris e a córnea se encontram. O paciente deve comparecer ao exame acompanhado de outra pessoa, porque poderá ter dificuldade em enxergar com nitidez por umas duas horas após o exame, em razão dos colírios que deverá usar, os quais embaçam a visão. O exame causa algum desconforto e deverá ser feito com fixação do olhar, o que faz com que seja algo difícil de ser realizado em crianças pequenas e em adultos pouco colaborativos. Para que serve o exame de gonioscopia?

A gonioscopia é indispensável para o diagnóstico e seguimento do glaucoma, basicamente para diferenciar casos de glaucomas de ângulo estreito de casos de glaucomas de ângulo aberto. É pelo ângulo da câmara anterior do olho que é drenado o humor aquoso, líquido que preenche a câmara anterior do olho e cujo acúmulo leva ao glaucoma. A gonioscopia também pode ser usada para diagnosticar cistos, aderências ou tumores da íris e corpo ciliar, além de ser indicada em pós-operatório de cirurgias intraoculares e no acompanhamento de lesões traumáticas dos olhos.
O exame de curva tensional diária é realizado para o estudo do comportamento da pressão ocular durante o dia. É indicado no diagnóstico do glaucoma e no acompanhamento de seu tratamento, e pode ser associado à gonioscopia, para estudo da anatomia interna do segmento anterior do olho.

Nesse tipo de exame, não é necessário acompanhante nem jejum. Não há dilatação da pupila e, por isso, podemos dirigir em seguida. A duração do exame é longa (das 07:30h às 17:00h aproximadamente), pois a pressão intraocular é medida a cada 2 horas.
É um exame clínico para análise, especialmente, do nervo óptico e mácula. A fundoscopia é indicada para diagnosticar o glaucoma, outras doenças do nervo óptico e doenças da retina. O exame é indolor, não invasivo e de não contato. O exame envolve a dilatação pupilar. A duração do exame é de 10 minutos.
Qual a função deste exame? O sistema de tomografia corneana de alta precisão que utiliza duas câmeras de Scheimpflug e análise tridimensional de segmento anterior.O Tomografo de córnea combina as vantagens de duas tecnologias: imagens de Plácido(topografia de córnea) para curvaturas e de Scheimpflug para elevações. Qual a indicação? O exame de Tomografia de córnea é indicado principalmente para pacientes com suspeita ou seguimento de ceratocone, pré e pós operatório de cirurgia refrativa, pré-operatório cirurgia de catarata, pré-operatório de implante de anel intra-estromal para tratamento do ceratocone, análise do ângulo da câmara anterior do olho, análise da superfície anterior e posterior da córnea. Informações: O exame de Tomografia de córnea é indolor, não invasivo e de não contato. A duração do exame é de alguns minutos. Não necessita de dilatação.
Qual a função deste exame?

A Microscopia especular Computadorizada é um microscópio digital que irá registrar a imagem do endotélio, aumentando-a em milhares de vezes. Assim, o médico consegue avaliar a quantidade de células presentes na região, o tamanho e formato das células e se o endotélio é saudável. Qual a indicação?
O exame de Microscopia Especular é indicado principalmente para pacientes com suspeita de doenças ou distrofias corneana, usuários de lente de contato, pré e pós operatório de cirurgia refrativa, pré e pós operatório cirurgia de catarata, pré e pós operatório de cirurgias na córnea. Informações:
O exame de Microscopia Especular é indolor, não invasivo e de não contato. A duração do exame é de alguns minutos. Não necessita de dilatação.
Qual a função deste exame?

O Mapeamento de Retina tem a função de mapear toda a estrutura da Retina, Nervo Óptico, mácula e vasos.  

Qual a indicação?

Indicado para avaliar e acompanhar doenças oculares, como Descolamento de Retina, Doenças da Mácula, degenerações, tumores, oclusões vasculares, hemorragias e infecções patologias, além de ser útil na avaliação da evolução de patologias neurooftalmológicas e sistêmicas, como diabetes e hipertensão arterial. Este exame é indicado para avaliar a retina de forma global, dando especial atenção para a região periférica.  

Informações:

Este exame é indolor.
Este exame é muito importante para o diagnostico e acompanhamento de doenças da retina, nervo óptico e glaucoma. O exame é realizado com equipamento de alta tecnologia que tira fotos do fundo do olho como vasos, mácula, retina e nervo óptico.As imagens do nervo óptico permitem uma visualização tridimensional para evidenciar detalhes do disco óptico,para possíveis alterações e seguimento de patologias. Durante o exame são tiradas diversas fotografias do fundo do olho e o flash da câmera pode causar algum desconforto devido a luminosidade, mas não existe qualquer contato com o olho do paciente e portanto é também um exame indolor. Pode ser necessária a dilatação de pupila para permitir a visualização do fundo do olho por meio do equipamento. O exame dura de 5 a 10 minutos podendo variar para mais ou para menos dependendo do paciente.
Qual a função deste exame? A Biometria Ultrassônica tem a função de medir o comprimento axial do olho. Exame realizado através de uma sonda ultrassônica em contato com a córnea. Essa medida é importante para o cálculo das lentes intraoculares, implantadas principalmente em cirurgias de catarata. Qual a indicação? Este exame é indicado principalmente para pacientes que serão submetidos à cirurgia de catarata ou cirurgia refrativa de alto grau de miopia ou hipermetropia. Informações: Este exame é indolor, não invasivo e de não contato.
A Fotografia do Segmento Anterior consiste em fotografias da conjuntiva, esclera, córnea, íris, pupila e pálpebras. Indicado principalmente para registro, documentações e acompanhamento das patologias de segmento anterior. Este exame é indolor, não invasivo e de não contato. Duração: aproximadamente 10 minutos.
O teste de Ishihara tem a função de analisar a percepção de cores do paciente. Este exame é realizado com cartões coloridos, para que o paciente perceba as tonalidades das cores. O teste de Ishihara é indicado para pacientes com suspeita de daltonismo. Trazer a melhor correção, óculos ou lentes de contato.
s Os exames ortópticos são utilizados para avaliar a qualidade da motilidade ocular, ou seja, avaliar se existe alguma alteração no movimento dos olhos. Esta técnica é capaz de diagnosticar estrabismo (desvio dos olhos) e ambliopia (baixa acuidade visual). Estes exames verificam o alinhamento ou desvio dos olhos em todas as posições, quantifica estes desvios e se há alterações nos músculos responsáveis pelos momentos dos olhos. O teste é indolor e não invasivo. O teste tem duração de 15 minutos.
O Teste de Schirmer é utilizado para verificar a função da glândula lacrimal, ou seja, se os olhos produzem lágrima suficiente. É indicado para pacientes com suspeita ou acompanhamento da Síndrome do Olho Seco. O paciente não poderá utilizar nenhum tipo de colírio antes de realizar o exame. O exame dura aproximadamente 20 minutos.
Um corpo estranho no olho é alguma coisa que penetra no olho vindo de fora do corpo. Pode ser qualquer coisa, desde uma partícula de pó a farpas de metal. Um corpo estranho que entrar no olho provavelmente afetará a córnea ou a conjuntiva.

A córnea é uma redoma transparente que recobre a superfície anterior do olho. A córnea funciona como uma capa protetora para a parte da frente do olho. A luz entra no olho pela córnea. A córnea também ajuda a focalizar a luz sobre a retina no fundo do olho.
A conjuntiva é uma membrana mucosa que cobre a esclera, a parte branca do olho. A conjuntiva se estende até a borda da córnea e recobre a região interna das pálpebras.
Corpos estranhos podem causar abrasões ou arranhões na córnea. Essas lesões geralmente são leves. Contudo, alguns tipos de corpo estranho podem causar infecção ou comprometer a visão. Um corpo estranho que entra pela frente do olho não se perderá atrás do globo ocular.
Retirada de cilios que eventualmente estejam causando desconforto ocular.
Frequentemente se realiza a epilação de cílio casos de Triquiase.
Lentes de contato gelatinosas esféricas, lentes gelatinosas tóricas, lentes gelatinosas multifocal, lentes rígidas asférica (para ceratocone e ectasias corneanas), lentes rígidas sopper (duas curvaturas), lentes rígidas smart (pacientes pós transplante de córnea, pós cirurgia refrativa no bisturi, pós anel intra-estromal).
Exame realizado com laser Nd: YAG laser, indicado para tratamento de opacidade capsular no pós-cirúrgico de catarata, iridotomia nos casos de glaucoma de ângulo estreito e vitreólise . Em alguns casos a cirurgia de catarata pode evoluir para uma opacidade em uma região do olho chamada de cápsula posterior, na qual a lente intraocular está apoiada. Essa opacidade evolui com piora na visão após a cirurgia, chamada por alguns como de segunda catarata, pois a visão volta a ficar turva. O processo de aplicação do laser elimina essa opacidade, restabelecendo a visão. É feito de maneira ambulatorial, exceto em crianças, em que é necessária a anestesia geral. Usuários de lente de contato devem interromper uso no dia do exame. É necessário a dilatação da pupila do olho acometido. O procedimento dura 20 minutos.
O OCT é um exame que se realiza em oftalmologia e que nos permite estudar a retina (segmento posterior) e o segmento anterior do olho nomeadamente a córnea, a câmara anterior, a iris e o cristalino, efetuando para o efeito diversos cortes seccionais da estrutura a estudar. O exame de OCT é feito, normalmente, com a dilatação da pupila através de colírios (gotas nos olhos). Posteriormente, o doente é posicionado em frente ao equipamento e o médico oftalmologista ou técnico de oftalmologia procede à obtenção das imagens. O exame é indolor e dura em torno de 5 minutos. Veja mais sobre o nosso oct clicando aqui
Catarata, cirurgia refrativa, cirurgias de ceratocone, anel intra-estromal, crosslink da córnea,injeção intravítrea, glaucoma, pterígio, calázio.

MARQUE UMA CONSULTA

Ligue para (61) 3522-3232 ou se preferir clique aqui e encontre mais informações de contato de nossa clínica.

FALE CONOSCO

Tire suas dúvidas, envie-nos sugestões ou mensagens.

catarata, pterigio, cirurgia refrativa, campo visual, oct, yag laser, limpeza de lente, capsulotomia, lente de contato, topografia de córnea, galilei, pentacan, tomografia de coerência óptica, ecobiometria, biometria ocular, ecografia ocular, ultrassom ocular,